Uma palavra para o Advento

Version imprimable PDF version Partager sur Twitter Partager sur Facebook

Estamos num tempo litúrgico muito bonito:  o Advento.

Tempo que nos convoca e nos prepara para vivermos e celebrarmos o mistério da Encarnação do Verbo de Deus e o seu nascimento entre nós.

No Advento, os crentes em Jesus Cristo reconhecem a tripla dimensão do tempo:  passado histórico, que recordamos e celebramos; presente comprometido, em que tornamos visível Jesus que nasce permanentemente; futuro escatológico, que aguarda a vinda definitiva do Senhor.

Recordando, fazemos memória das maravilhas realizadas por Deus em nosso favor no decurso da história da salvação; vivendo nestes dias o nosso compromisso crente, damos testemunho da presença do Senhor Jesus no meio de nós com o trabalho em prol da justiça e da paz; preparando o futuro, somos interpelados para estarmos vigilantes durante o tempo até à realização plena.

É um tempo privilegiado para revisitarmos a nossa vida, para acolhermos Jesus Cristo que nos transforma e nos projectarmos para a plenitude do encontro definitivo.

Durante o Advento, temos diante de nós grandes figuras bíblicas:  o profeta Isaías, que, com a sua poesia, as suas belíssimas imagens e os seus anúncios, nos convida à preparação; João Baptista, que proclama a presença iminente; e Maria, a mãe cheia de graça, que espera ansiosamente e dará à luz o menino Salvador.

Peço a Deus que a bela liturgia deste tempo (com as suas orações, as leituras bíblicas, os prefácios da celebração eucarística) nos permita aproximar-nos santamente do Natal que em breve celebraremos.

P. Ricardo Londoño Domínguez,
Conselheiro Espiritual da ERI