"YES TO LIFE! Cuidar do precioso dom da vida na fragilidade"

Version imprimable PDF version Partager sur Twitter Partager sur Facebook

Nos passados dias 23, 24 e 25 de Maio, aconteceu em Roma, uma Conferência Internacional denominada «Yes to Life», organizado pelo Dicastério para os Leigos, Família e Vida.

A ERI designou 2 casais para estarem presentes neste Encontro:  Gianni and Teresa Andreoli e Gianni and Clelia Passoni. Estes últimos, atuais SR de Itália, deixam-nos aqui as suas impressões sobre estas Conferências.

 

O dom precioso da vida não perde o seu valor na fragilidade. Neste encontro este tema foi desenvolvido tanto do ponto de vista científico, tentando desmascarar algumas crenças errôneas em relação às patologias pré e perinatais, mas acima de tudo propondo experiências concretas de proximidade e assistência online com pais e famílias para enfrentar a vida das crianças que ainda não nasceram e correm o risco de serem "descartados" porque  carregam diagnósticos de doenças indesejáveis.

"Toda criança está sempre no coração de Deus", diz o Papa Francisco em Amoris Laetitia. Através dos testemunhos que nos foram oferecidos nestes dias, tivemos a confirmação de que toda a criança sempre esteve no coração de seus pais e tem o direito de viver a sua vida, mesmo a intrauterina, com dignidade e respeito, independentemente de sua duração provável.

Intervenções sucessivas abordaram o difícil caminho do diagnóstico pré-natal, cuidados paliativos e métodos parentais. Os testemunhos daqueles que viveram essa experiência foram verdadeiras histórias de vida e profundo amor, o amor único de um pai em relação a um filho e vice-versa; mesmo que por alguns momentos a relação entre os três possa ser tão intensa a ponto de mudar corações e transformar o desespero em plenitude e alegria.

"O coração em queda" é a Associação nascida em Roma pelo Prof. Noia (Diretora do Centro Periatal de Cuidados Paliativos - Centro de Cuidados Paliativos Perinatais "Santa Madre Teresa de Calcutá" - Fundação do Hospital Universitário "A. Gemelli" - IRCSS - Roma ). Aqui cuida-se de acolher mães e pais de crianças com diagnósticos desfavoráveis e declarados incompatíveis com a vida, para acompanhar gestações e acompanhar as famílias no difícil e doloroso caminho até que possam ver e abraçar o seu filho, mesmo que por um curto tempo. Iniciativas similares também nasceram noutras partes do mundo e foi muito interessante ver como esse é um problema debatido em muitos países, com experiências significativas apresentadas pelos conferencistas.

O Padre Vito, guia espiritual de Chiara Corbella Petrillo, deu-nos alguns breves mas muito intensos momentos, do tempo que  passou com esta maravilhosa mãe antes que ela fosse ver seus dois filhos mortos logo após o nascimento deles.  Numa carta que Chiara escreveu ao seu terceiro filho no seu primeiro aniversário, alguns dias antes da sua morte, ela disse: "Graças aos seus irmãos e irmãs, nos apaixonamos pela vida eterna e deixamos de ter medo da morte, então Deus nos levou, mas para nos dar um coração maior e mais aberto para acolher a eternidade já nesta vida... O Senhor sempre te quis e te mostrará o caminho se abrires o teu coração...".

Foram também exibidas muitas imagens e filmes de histórias tocantes, com resultados diferentes, mas sempre capazes de destacar o valor da escolha pela vida e a importância de não estar sozinho. Deixamos algumas breves mensagens que nos atingiram e acreditamos que elas podem ajudar-nos a aprofundar nossa maneira de pensar e, muitas vezes, também de agir.

"Eu não posso dar dias para a sua vida, mas posso dar vida aos seus dias"

"Não há pé tão pequeno para não deixar sua marca neste mundo"

"Se você quer ir à fonte, você deve ir contra a corrente" (João Paulo II)

Durante a audiência privada concedida aos participantes da conferência, o Papa Francisco reiterou que o respeito e a aceitação da vida não são apenas um problema de fé ou religião, mas representam a resposta indispensável à cultura do "desperdício". Somos todos chamados a intensificar as respostas pastorais e de comunhão para ajudar a superar as dificuldades práticas, humanas e espirituais das famílias que experimentam a solidão e a provação.

 

www.vaticannews.va/pt/vaticano/news/2019-05/yes-to-life-prendersi-cura-della-vita-nascente.html

http://w2.vatican.va/content/francesco/it/speeches/2019/may/documents/papa-francesco_20190525_yes-to-life.html