Deus disse: “casal cristão”

Version imprimable PDF version Partager sur Twitter Partager sur Facebook

Deus disse:  casal cristão, tu és o meu orgulho e a minha esperança.
Quando criei o céu e a terra, e no céu as grandes luzes, vi nas minhas criaturas vestígios das minhas perfeições, e achei que isso era bom.
Quando cobri a terra com o seu grande manto de campos e florestas, vi que isso era bom.
Quando criei os inúmeros animais segundo as suas espécies, vi nesses seres vivos e fascinantes um reflexo da minha vida transbordante, e achei que isso era bom.
De toda a minha criação elevou-se então um grande hino solene e jubilante, a celebrar a minha glória e as minhas perfeições.
E, no entanto, em parte alguma vi a imagem daquilo que é a minha vida mais secreta, mais ardente.
Despertou então em mim a necessidade de revelar o melhor de mim próprio, e cheguei à minha mais bela invenção.
Foi assim que te criei, casal humano, «à minha imagem e semelhança», e vi que isso era muito bom.
No meio deste universo em que cada criatura proclama a minha glória, celebra as minhas perfeições, tinha por fim surgido o amor para revelar o meu Amor.
Casal humano, minha bem-amada criatura, minha testemunha privilegiada, compreendes agora por que me és querido entre todas as criaturas, compreendes a esperança imensa que deposito em ti?
És portador da minha reputação, da minha glória, és para o universo a grande razão… porque tu és o amor.

Henri Caffarel