A Supra Região Brasil apresenta-se!

Todos os meses vamos ter uma SR em destaque, em duas partes: através de uma reflexão de um Conselheiro Espiritual e através duma apresentação feita pelos Casais.

Neste mês de Maio focamos o Brasil…

E para já com uma reflexão de um CE desta enorme SR, Dom José Albuquerque, sobre a mais recente Exortação Apostólica do Papa Francisco «Querida Amazónia». Quem melhor do que um Bispo da região da Amazónia para nos ajudar a pensar sobre as palavras do Papa?

 


 

QUERIDA AMAZÔNIA!

O Sínodo PanAmazônico é, foi e será um momento histórico, um verdadeiro “Kairós” eclesial que buscou, com a participação de milhares de pessoas, novos caminhos para a Igreja e para uma Ecologia Integral. Convocado pelo Papa Francisco em outubro de 2017 é uma expressão, de tantas maneiras diferentes, sobre como vai se concretizando o Concílio Vaticano II com o objetivo de assegurar e orientar a missão dos cristãos na Igreja e no mundo diante de seus desafios e esperanças.

Querida Amazônia! Estas são as palavras iniciais e o título da nova Exortação Apostólica apresentada em fevereiro deste ano. Em 111 parágrafos distribuídos em 4 capítulos, Francisco discorre o que ele chama de “Sonhos”, a partir daquilo que viu, ouviu e sentiu da caminhada feita para a realização do Sínodo para a Amazônia. É uma carta de amor dirigida ao coração de todos os crentes, mulheres e homens de boa vontade, que querem colaborar na criação de um mundo fraterno, justo e solidário, em especial para os que vivem nesta imensidão continental.

No início da Exortação, o Papa esclarece que não pretende desenvolver todas as questões tratadas durante a Assembleia Sinodal (outubro de 2019), muito menos substituir nem repetir o Documento Conclusivo (aprovado com ampla maioria pelos padres sinodais). Ao contrário, ele legitima todo o trabalho realizado e incentiva a sua leitura, com atenção e profundidade, destacando as conclusões nele expressadas, pois estas refletem os apelos da realidade, impulsionam a busca de uma autêntica conversão, procuram responder às situações urgentes que ameaçam os povos amazônidas e a biodiversidade.

Nos capítulos da Exortação, o Pontífice formula os grandes sonhos que a Amazônia lhe inspira: “Sonho com uma Amazônia que lute pelos direitos dos mais pobres, dos povos nativos, dos últimos, de modo que a sua voz seja escutada e que sua dignidade seja promovida. Sonho com uma Amazônia que preserve a riqueza cultural que a caracteriza e na qual brilha de maneira tão variada a beleza humana. Sonho com uma Amazônia que guarda zelosamente a sedutora beleza natural que a adorna, a vida transbordante que enche os seus rios e as suas florestas. Sonho com comunidades cristãs capazes de se devotar e de se encarnar na Amazônia, a tal ponto que deem à Igreja rostos novos com traços amazônicos” (QA, 7). Impressiona que ao invés de apresentar conclusões teóricas ou se deter somente em propostas de ação concretas sobre a Evangelização na PanAmazônia, Francisco prefere compartilhar conosco os seus sonhos, convidando-nos a caminhar juntos, pois “tudo está interligado”.

Como ele nos pede, acolhamos e meditemos esta bela Exortação, visualizando a Amazônia e seus habitantes, tomando-a como referência para que, juntos possamos refletir sobre a situação de todos os biomas de nosso planeta, especialmente sobre a realidade na qual estamos inseridos. Compartilhemos estes sonhos em nossas famílias, equipes de base, comunidades paroquiais, nas redes sociais e na sociedade. Que cresça e se fortaleça entre nós o compromisso de cuidarmos da nossa “Casa Comum”, presente que nos foi dado pelo Criador, preservando a diversidade ecológica, étnica e cultural dos povos amazônidas.

 

Dom José Albuquerque
Bispo auxiliar
SCE Eq. O8 – NS Rainha dos Apóstolos
Norte I – Setor C – Manaus/AM – Brasil

http://www.vatican.va/content/francesco/pt/apost_exhortations/documents/papa-francesco_esortazione-ap_20200202_querida-amazonia.html